Uma ótima quarta e uma (quase) péssima quinta...


Existem dias e dias. Quarta-feira era dia de natação pela manhã e corrida ao meio-dia. Em função do SESC Triathlon de domingo o professor de natação resolveu fazer um aquathlon de 750m de natação por ~4Km de corrida. Gostei da ideia, nunca tinha feito algo assim da piscina para a rua.

A ideia era nadar forte os 750m e correr forte os (aproximadamente) 4Km. Eu e mais três colegas da natação (que participaremos do SESC) fizemos esse treino. O restante da turma ficou só na piscina.

Achei que a natação saiu boa, para 1'40"/100m. Sei que sempre nado melhor na piscina do que no mar e também que dificilmente baixo essa "marca", mas mesmo assim deu para nadar quase que constante nesse ritmo forte (para mim). Valeu a experiência. 


A corrida saí e me mantive o mais forte possível (naquele momento) o tempo todo. O Garmin se perdeu um pouco no início (por ter saído da academia e não ter esperado o GPS pegar 100%) do trajeto então o pace ficou um pouco mentiroso. Na verdade o primeiro Km ficou com distância e pace errados. Creio que deva ter ficado, como os outros Kms, em 4'20"/4'30" mais ou menos. O início era uma leve subida e o final uma leve descida.


Ao meio-dia eu tinha, pela minha planilha, uma corrida de 12Km em ritmo 2 e contínuo. Pensei em falar com o treinador do aquathlon da manhã para ver se o treino seria mantido mas acabou não dando tempo e corri o que estava planejado mesmo. Saiu uma corrida boa, apesar que estava mais quente que na sexta passada onde saiu um pouco melhor.


Resumo da ópera, digo da quarta, um ótimo dia. 

Já na quinta-feira acordei com vários efeitos de alguns problemas "extra-triathlon" que tenho passado, sem vontade e ânimo para nada. Pensei umas mil vezes se eu pedalaria aquela hora mesmo ou se ficaria jogado na cama e pedalaria na hora do almoço ou à noite. Enquanto isso a esposa se arrumava para o trabalho e carinhosamente tentava me animar. Depois da milésima primeira pensada resolvi tomar vergonha e me mexer. Era um treino contínuo, nada ultra pesado e acabou saindo conforme o previsto. Depois que subi na bike, liguei a televisão e a música deixei que só os bons pensamentos ficassem na mente.

No final das contas mais uma semana que vai caminhando para 100%.

Não anda fácil arrumar tempo para mais posts por aqui. De qualquer maneira vou escrevendo sempre que dá. Quero ver se até o final da semana coloco o post com o resumo do mês.

Comentários

  1. Olá Milton.
    Caraca, vida de triatleta é o "cão" mesmo (rsrs)
    Haja tempo e dedicação.
    Só por isso você já tem muito mais do que meu respeito e minha admiração.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Luiz, que isso camarada, imagina! De qualquer maneira, fico agradecido pelas palavras.
      Vamos em frente.
      Bons treinos para ti.
      Abraço!

      Excluir
  2. Milton,

    Não tem sido fácil, né meu amigo. Parabéns pela esposa, que pelo visto é sua fã e incentivadora oficial. Força aí, não desanime. Pense na sensação pós treino. Vai valer a pena todo este esforço...
    abraço

    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com
    @correndodebem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Helena... ultimamente não tem sido muito fácil mesmo. Noites mal dormidas, alguns problemas e justo nesse ano do Iron. É aquela coisa, se fosse fácil qualquer um fazia. O maior desafio de treinar para um Iron acho que é justamente esse, a gente fica sem muita margem de segurança. Quase todo tempo é tomado. Ainda assim é uma coisa para lá de divertida e legal. :-)
      Quanto à esposa, sou suspeito para falar mas assim... se não fosse ela eu com certeza não estaria onde eu estou. ;-)
      Abração, bons treinos. Em breve nos vemos aí por Floripa, ou no Iron ou em alguma outra prova de corrida.

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas