Tentando manter a rotina

Desde que começaram as vinte semanas de treinos específicos, essa está sendo minha primeira viagem. Não é muito simples alterar a rotina de treinos depois de onze semanas. A rotina já fica estabelecida, tudo já corre meio que "no automático. Entretanto, depois de conversar com o treinador - antes da viagem - ele montou um esquema para a semana ainda ser produtiva mesmo com um volume mais reduzido de treinos. Para quem me conhece ou conhece aqui o blog sabe que sou meio "caxias" para algumas coisas e isso inclui os treinamentos. Foram três os treinos previstos para o período da viagem, dois de corrida (12Km) e um de spinning (60'). A primeira corrida já foi e a bike também. Amanhã terei o segundo de corrida e, a não ser que aconteça uma catástrofe, vou fazer normalmente. A ideia é tentar minimizar os impactos da perda de volume na semana. 

O spinning de hoje foi meio estranho, afinal a bike não era uma bike de spinning e sim uma ergométrica. Ajustei da melhor maneira possível e fiquei numa sala que misturava sauna e spinning de tão quente. Não tinha muita alternativa, suei feito um animal.

A corrida de terça foi num ritmo um pouco acima de 2, possivelmente um 2+ (não chegou a ser 3). Isso porque tinha horário marcado então não corri com a mesma tranquilidade habitual em Curitiba. Fora isso o calor foi algo que estranhei bastante. Nunca tinha vindo para o nordeste e posso dizer que sair para correr 5:45hs da manhã com a temperatura já marcando 26 graus não é muito simples. Também estava bastante úmido então nos primeiros passos já dá para ficar totalmente molhado. De qualquer maneira o treino foi concluído. Aqui tem informações do Garmin e abaixo a imagem com alguns dados.


E segue o baile...  em breve mais treinos.

Comentários

  1. No problemo ! Leva como uma semana de recuperação. Observa se tu não vai vir totalmente turbinado na próxima. É incrível o que uma semana mais leve (para os padrões atuais, claro) faz...

    abarço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem isso Rafael... voltei louco para treinar e acho que no final das contas vai até me ser útil. Cansado mentalmente mas com fome de treinos rotineiros de novo. :-)
      Gostei do leve (para os padrões atuais, claro). :-D
      Abraço!

      Excluir
  2. Cara, sei bem do que vc esta falando... eu sou "Caxias" ao extremo e estou a quase 30 dias sem conseguir correr direito... to triste demais... mais faz parte... o que comentei com o Mauricio é que tenho 60 dias para conseguir correr sem dor... enquanto isso vou perdendo condicionamento.... faz parte.... ja to quase iniciando o plano 2...o plano 1 era fazer abaixo de 11 horas... o plano 2 será terminar a prova somente....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu imagino como tu estás te sentindo. O negócio é que no nosso esporte estamos sujeitos a isso. Deve ser complicado passar por isso mas não tem jeito. Justamente por tu ser assim, caxias e muito determinado, tenho certeza que vai se recuperar e ainda ir em busca do plano 1.
      Abraço!

      Excluir
  3. Milton, as condições aqui no NE são mesmo bem diferentes (principalmente temperatura e - no litoral - humidade)... atividades no meio do dia, p. ex., se não feitas na sombra (em parques bem arborizados ou locais fechados), são bem desgastantes. Há duas semanas estive em POA e senti isso tbm... Bom que deu pra vc conciliar e manter alguma atividade... Grd abraço e... continuamos na espreita (aprendendo com as suas experiências) e torcendo muito... valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ricardo. Eu com certeza não conseguiria fazer as corridas no horário do meio dia aí como faço aqui em Curitiba. É desgastante demais. Hoje no longo de corrida me senti bem melhor do que nos dias que corri em Fortaleza, justamente em função do forte calor que fazia.
      Valeu cara, obrigado pela torcida e pelas palavras. E quanto a aprender com as minhas experiências, cuidado, procura um cara melhor que eu para isso. :-P
      Abração!

      Excluir
  4. Quando eu comecei, torcia em cada prova que o sol não aparece. Se ele aparecesse meu rendimento caía drasticamente.
    Então hoje quando estou no Norte ou Nordeste, estou acostumando meu corpo ao calor e indo correr sempre nos piores horários. Tem funcionado. Na prova de Osório, que costuma fazer muito calor, já senti a diferença esse ano correndo muito melhor que ano passado. É sofrer agora pra na prova ser só alegria rs.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara... que bom que está fazendo isso. Eu sempre corro ao meio-dia aqui em Curitiba e achava que estava já meio resistente ao calor. Ledo engano, meio-dia aqui é bem mais fresco que 6hs da manhã no nordeste. :-)
      Nunca mais eu reclamo de correr ao meio-dia. :-P
      Abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas