IRONMAN Brasil 2013

Bom, vamos lá. talvez esse seja o post mais difícil escrever. São tantas coisas na cabeça de um cara que faz o Ironman pela primeira vez que é difícil organizar as ideias. Vou escrever um "resumo bem resumido" mas mesmo assim é capaz do post ficar meio grande. 

Pré prova
Fiquei um tanto ansioso nos dias que antecederam a prova, especialmente na sexta e no sábado. Vai chegando perto  e a ansiedade vai aumentando. Mesmo com reuniões, dicas e informações, na hora H aparecem muitas dúvidas do que levar, não levar, fazer, enfim. No final das contas tentamos nos divertir com a casa cheia (familiares e amigos) para tirar algumas angústias da cabeça, aliás falando em casa cheia, logo na chegada em Floripa na quinta-feira sou recebido com essa faixa que minha esposa preparou para mim e para o amigo Kelvin junto com minha família. Por falta de torcida eu não teria problemas com certeza.


Feito o bike checkin no sábado, no domingo de manhã acordamos por volta de 4 e alguma coisa da matina e já fomos conferindo o restante das sacolas para depois tomar o café e fazer as necessidades fisiológicas. Ao abrir a porta de casa (fica na Av. Búzios, local de chegada do Ironman) aí sim caiu a ficha de onde eu estava. Era noite, frio e o que seria um deserto absoluto na rua se transformou numa madrugada tumultuada ao extremo. Congestionamento de carros, pessoas e mais pessoas caminhando todas numa mesma direção. Ali sim eu me vi no Ironman. Ali eu entrei definitivamente no clima da largada. Fui para área de transição com minha esposa e familiares e lá entrei para arrumar minhas coisas no meio daquele bando de bicicletas e triatletas. Na transição só encontrei o Kelvin (que foi comigo), o Marlus (Webtreino) e o Rafael Pina (Ironmind). É muita gente e com a minha ansiedade não deu para ir atrás de outros amigos. Depois de tudo arrumado parti para área da natação para esperar a largada.

A bike pronta um pouco antes de levá-la


Natação
Para a natação me posicionei na extremidade direita num ponto nem muito atrás nem muito à frente. Depois que comecei a nadar notei que deveria ter ficado um pouco mais à frente de onde eu larguei. Comecei a nadar um pouco mais rápido que vários atletas na minha frente, porém não conseguia passar pelo grande volume de gente, o que me atrapalhou um pouco. Depois que foi separando mais todo mundo aí consegui encaixar um ritmo mais legal e assim foi. A navegação no sentido praia-bóia foi boa mas acho que no sentido bóia-praia eu poderia ter ido um pouco melhor. Na passagem da praia (mais ou menos metade do trajeto) nem quis olhar o Garmin para não me colocar pressão. Tomei uma água e fui de novo para água para a segunda bóia. Nessa hora já não levei mais tantas pauladas como no início e tudo foi mais tranquilo. Ao chegar na areia e passar pelo pórtico da transição o cronômetro marcava uma hora e três minutos. Eu pensava em nadar em uma hora e quinze ou uma hora e vinte. Aquilo me deixou animado para o restante da prova.


Ciclismo
Depois de receber os primeiros incentivos do pessoal da Webtreino durante a transição natação-ciclismo foi hora de iniciar essa parte da prova. O início estava sendo relativamente fácil e lembrei muito do que o Maurício comentou na palestra que tivemos durante os preparativos: "a prova começa mesmo depois dos primeiros 90Km do ciclismo". Dentro da meta do meu treinador (11hs 10') a ideia era fazer a bike com 31kph de média. Procurei ser conservador e manter uma média mais ou menos nessa faixa para não pagar o preço na maratona. A primeira volta acabou saindo um pouco acima mas sabia que na segunda teria mais vento, como de fato teve, e ficaria um pouco abaixo. Terminei o ciclismo com 31kph de média em pouco mais de 5h 47'. A alimentação ficou bem certa conforme a indicação da nutricionista e não senti fome nem sinais de falta de água ou isotônico. A única coisa que não consegui fazer como a nutricionista falou foi de não ficar pegando muita água/isotônico e sim ir terminando tudo que tinha para então pegar novos. Naquele nervosismo de ficar sem eu acabei pegando antes da hora em algumas ocasiões e só repondo o que faltava nas caramanholas. Nos últimos 10Km do ciclismo parti para alimentação mais calórica para dar um "apoio" na maratona. 


Corrida
Terminada a etapa do ciclismo era hora da tão esperada maratona. Saber como estariam as pernas, saber como me sentiria depois da metade do percurso, saber como seriam as subidas de Canajurê e tantas outras dúvidas tinha na minha cabeça. O lado bom disso tudo é que estava ainda bem fisicamente (cansado claro, mas bem) e nada aconteceu com a bike na etapa de ciclismo. Nesta etapa também seria onde eu conseguiria ter o maior apoio da minha família, esposa e amigos, pois passaria em frente à nossa casa por várias vezes. Comecei bastante empolgado e quando olhei o Garmin o pace estava em 5'07". Procurei me acalmar para não quebrar. Aos poucos o pace foi se ajustando perto dos 5'30" que era a ideia que meu treinador, Fábio Bronze, tinha me passado (na verdade 5'40" mas eu achei que daria para fechar perto de 5'30"). A primeira volta de 21Km fiz me sentindo realmente bem, sem maiores problemas. Segurei o ritmo inclusive ouvindo o incentivo e dica do Maurício Letzow - treinador Webtreino - que falou comigo no início da corrida justamente para cuidar nesses 21Km. Nas subidas de Canajurê optei por não caminhar, trotando bem devagar mas não caminhar porque acho ruim voltar a correr depois de caminhar. Acabei caminhando somente quando queria comer algo ou tomar gatorade nos postos de hidratação porque aí era mais necessário. Depois dos 21Km o cansaço começa a aumentar significativamente mas por outro lado a gente se dá conta do tanto de distância que já ficou para trás. A essa altura do campeonato eu admito que estava fazendo algumas contas para tentar terminar a prova abaixo de 11hs, nem que fosse 10h 59'. A princípio até conseguiria mas o cansaço foi aumentando e no final da corrida uma cãimbra me fez parar (e caminhar) por uns dois ou três minutos. A cada passada pela Av. Búzios a empolgação aumentava de ver tanta gente e, em especial a minha grande torcida concentrada na frente de casa. Ao passar por ali para iniciar a terceira e última volta vi meu treinador chegando na prova dele. Foi estimulante ver o esforço físico que ele fez para chegar abaixo das 10hs naquele final. Aquilo me deu um gás para fechar os últimos 10,5Km da última volta. Na metade dessa última volta começou a anoitecer mas o bairro ainda continuava cheio de gente. Neste momento eu comecei a tentar acelerar um pouco para chegar ao final, pois eu via que estava prestes a me tornar realmente um Ironman. faltando menos de um quilômetro para o fim encontrei o Aristides, Adriano, Fábio Caldeira (amigos da Webtreino) e o Maurício Letzow (treinador Webtreino) que foram comigo até quase o funil de chegada gritando, incentivando e elogiando. O que eles fizeram foi incrível porque me deram um gás que eu não sabia que tinha. Logo depois que me "largaram" falando para eu manter aquele ritmo e curtir a chegada eu vi minha família e minha esposa, eu corri demais para tentar chegar abaixo das 11hs mas bati na trave fechando em onze horas e um minuto. Na hora até chegou a dar uma ponta de frustração mas depois eu vi que aquilo não faria sentido. Essa foi a minha quarta prova de triathlon na vida (dois curtos e um olímpico até então) e eu não poderia me cobrar mais do que eu consegui, afinal eu treinei muito disciplinadamente e foi aquilo que pude tirar do meu corpo naquele momento. Além de tudo pelo fato de ser a minha primeira prova longa eu tive certos receios em relação às transições (não esquecer nada, cuidar com equipamentos, etc.) e também com a etapa do ciclismo para não chegar quebrado na corrida. Depois disso percebi que tinha sido uma grande prova e que já estava além dos meus objetivos até.


Links Garmin
Natação
Ciclismo
Corrida

Só posso resumir a prova e as sensações que tive em uma palavra: incrível. Foi um dia de sonho e para jamais esquecer.

Difícil agradecer todo mundo (ainda mais citando nomes) mas agradeço a todos que me incentivaram aqui ou pessoalmente, me deram força, me ensinaram muitas coisas, enfim, todos sabem quem são porque já agradeci pessoalmente ou nos comentários. Além disso, claro toda a família Webtreino em especial aos treinadores Maurício Letzow e Fábio Bronze. Kelvin, meu grande amigo e parceiro de Ironman e sua família que também estava lá incentivando a ele e a mim. Por fim a minha família e da minha esposa e em especial à minha esposa, Kelly, que essa sim é de aço, fibra e tudo que tem de mais forte. Segurou a onda por vários e vários meses do meu lado, me incentivou a ir em alguns treinos que eu cheguei a pensar em não ir. Está do meu lado há mais de uma década e soube me ajudar como nunca a realizar esse sonho. Não tenho palavras para descrever o que senti ao vê-la pouco antes da linha de chegada e especialmente depois que saí da tenda já com a medalha no peito, a camiseta de finisher no pescoço e o orgulho estampado na cara. Parece que meus olhos a acharam no meio daquela multidão sem eu nem ter que procurá-la. Não tive como segurar as lágrimas.

Comentários

  1. Parabéns, Milton!!! Você conseguiu. Emocionante o seu relato! Você é um IronMan!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Daniela, obrigado! Em breve novos desafios. :-)
      Abraço!

      Excluir
  2. Parabéns Milton... sabia que iria fazer uma grande prova....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Marlus, obrigado. Foi muito bom ter feito o Ironman e todo esse ciclo de treinos com vocês, aprendi demais e com certeza teremos outras provas pela frente. Em uma das passagens lá naquela rua escura de Jurerê só te vi depois que passei por isso não cumprimentei, favor releve em função do nervosismo.
      :-)
      Abração!

      Excluir
  3. Nem esquente a cabeça nessas horas a gente não reconhece mais ninguém...

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Milton. Eu estava ansiosa para ler o seu relato. Demais a sua participação no IronMan. Toda dedicação e esforço foram recompensados com excelente resultado. Você pode dizer sim que fez a prova em 11 horas. Esse um minuto aí é insignificante diante das proporções. Meus sinceros parabéns. Agora é curtir essa vibe com a família e amigos que tanto te apoiaram e incentivaram.
    Abs.
    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com
    @Correndodebem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Helena muito obrigado pelas constantes visitas, incentivos e palavras. Lembrei de cada uma delas que recebi de tanta gente ao longo da caminhada.
      Quero ver se ainda faço mais um ou dois posts antes das férias com algumas outras informações. Depois disso férias e depois pensar nos próximos desafios. :-)
      Forte abraço! E que continuemos treinando e competindo sempre.

      Excluir
  5. E ai Milton, falei pra ti que tu conseguiria, e com chave de ouro. Tu ta sabendo que o que tu conseguiu nem todo mundo consegue né? Por exemplo eu hehehe. Já to orgulhoso de ter feito abaixo de 12 hs, e tu no primeiro longo já conseguiu fazer muito mais que isso.

    Parabéns, agora tens que comprar uma camiseta pra tua esposa de Iron Wife e uma GoPro pro ano que vem passar junto com ela e tua esposa :)

    Parabéns pela prova, eu tinha certeza que treinando como tu tava treinando tu ia conseguir fácil e eu ia ter que correr muito pra te pegar rs. Agora falta a tattoo do M-Dot na perna.

    Pena que não deu pra falar contigo antes da prova, mas fica aqui meu abraço e meus sinceros parabéns pela conquista, tenho certeza que ainda não caiu tua ficha, mas logo logo tu já pode contar pra todo mundo que conseguiu e conseguiu melhor que gente mais experiente, que no fundo isso não quer dizer tanto, o que vale mesmo é: TREINO TREINO E TREINO. You are an Ironman my brother.

    Abraço e até o Ironman 2014

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Fábio... pena mesmo que não deu para te encontrar lá, teria sido muito bom. Eu consegui falar com o Pina porque a bike dele era do lado da minha então foi fácil. :-)
      Obrigado mesmo pelas palavras, tanto durante os treinos como agora. Sei que o que eu fiz não é algo que todo mundo está disposto a fazer. Tentei focar o máximo que pude na disciplina e confiei plenamente no meu treinador e na minha equipe. A minha maior felicidade foi ter dado tudo muito certo e ter entrado para o time de vocês: IRONMAN.
      Quanto ao tempo, claro que na hora que cruzei cheguei a pensar que queria ter sido como sub11 mas logo desencanei. Como falei no post esse foi meu quarto triathlon e não tenho o direito de me cobrar tanto.
      Te deixo aqui também os parabéns e também como já te falei em outras ocasiões, a forma como tu treina (voando para cima e para baixo todos os dias) me deu muita motivação para não ter desculpas de faltar treino. Se um cara que não tem rotina alguma e vive pulando de lugar em lugar consegue treinar e ser um Ironman, eu que trabalho com horário fixo e tenho sábados e domingos livres tenho obrigação de conseguir a partir do momento que eu queira.
      Valeu mesmo pela força. Só não digo até o de 2014 porque o do ano que vem eu devo pular. Creio que em 2015 estarei lá de novo... bem grande a possibilidade. De qualquer maneira eu vou te apoiar do lado de fora, fica tranquilo. Recebi o apoio de tanta gente esse ano e faço questão de retribuir o ano que vem.
      A camisa da minha esposa só não comprei porque a da feira estava muito feia e ela merecia coisa melhor mas eu vou achar. Ela merece! Logo que a encontrei na saída dei a medalha para ela.
      Um forte abraço e que venham os próximos desafios.

      Excluir
  6. Aí Milton, parabéns! Cara, lá pelas 18:30h do domingo pensei comigo mesmo... o Milton deve estar entrando naquele corredor de chegada nos próximos minutos... você já tinha passado véio!!! Seu tempo foi muito bom, parabéns mesmo! Nesse ritmo e disciplina vai pra sub10 num próximo!!! : ) ps: fala um pouco mais da alimentação durante, se possível, blz!? Tks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Ricardo, obrigado pelo apoio, as visitas e as palavras de congratulações. Quanto à chegada, na próxima vez podemos combinar um horário.
      :-P
      Um passo por vez... quem sabe num próximo eu possa tentar o efetivo sub11 (sei lá, 10:30-10:59). Veremos... ano que vem pretendo fazer provas um pouco menores até para ganhar mais experiência mas quem sabe 2015. :-)
      Vou fazer um post sobre alimentação então, pode deixar.
      Abraço.

      Excluir
  7. E aí Ironman !!!! Show de prova cara, mas o melhor mesmo foi a tua preparação, perfeita, levada com disciplina mas com diversão. Isso é bom demais, foi infectado pelo vírus e agora tá ferrado, não vai te largar mais. Muito cuidado no dia 7 de junho, os dedos podem agir sozinhos huahauhaua.

    Abraço e parabéns de novo.

    Rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Pina. Foi um prazer te encontrar lá, ainda mais com a bike bem do lado da minha na transição. Com certeza ainda nos encontraremos por outras e outras provas.
      Obrigado pelo apoio de sempre, pode ter certeza que teus relatos me ajudaram muito ao longo dessa caminhada.
      Quanto ao dia 7... para minha sorte estarei fora do país e sem um computador na minha frente, no máximo um smartphone, assim corro menos riscos. Mas a ideia por enquanto é 2015 mesmo. Aproveitar o 2014 com provas menores para ganhar um pouco mais de experiência e ficar mais livre para me inscrever no que tiver pela frente. Mas que o Ironman é algo de outro mundo, isso é! E o vírus agora está comigo mesmo, inevitável.
      Forte abraço!

      Excluir
  8. Grande Milton, parabéns!!!!!!! Excelente estréia, essa emoção você leva para sempre, e se renova a cada prova. A gente ainda se cruzará muito por esses Ironmans da vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Carlos, muito obrigado! Foi um domingo de sonho mesmo. Com certeza nos cruzaremos. 2014 vai ser "ano sabático" mas em 2015 pretendo voltar. E vamos que vamos!
      Abraço!

      Excluir
  9. Parabéns Milton!

    Prova incrível. Emocionante o seu relato.
    Bela estréia na prova!

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom! Parabéns amigo! Estarei participando pela 1ª vez em 2014, mas já deu pra sentir um gostinho do que me espera lendo seus posts! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Tuca, obrigado.
      Tenho certeza que vai curtir demais essa prova sensacional. Vou estar lá na torcida em Jurerê.
      Abraço e bons treinos até lá.

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas