O mês de abril

Chegou ao fim o mês de abril. Confesso que desde que comecei a acompanhar amigos que fizeram Ironman ano passado, esse era o mês que eu mais "temia". Notei na época que era o ápice do cansaço, dos treinos, das dificuldades. De uma certa forma eu me preparei psicologicamente para ele. Eis que no final das contas, depois quatro meses de treinos específicos, obviamente há um cansaço acumulado, já começa a ficar mais difícil conciliar o tempo entre trabalho, família e treinos mas mesmo assim, acho que sobrevivi bem a esse "temido" mês, e mais, continuo me divertindo e gostando demais dos treinos. Abril não poderia ter sido encerrado melhor do que foi, com o nosso simulado em Caiobá.

Nos gráficos abaixo - por Km e por tempo - dá para ver a evolução da carga de treinos desde janeiro. Creio que o mais importante para chegar nesse volume sem problemas é sempre ouvir seu corpo e ter uma assessoria que te faça ir no ritmo certo. Não tive nenhum problema de lesão ou algo similar até agora (e espero que seja assim até o Iron).



Uma coisa que tenho notado e que costumo falar para as pessoas é o seguinte. Fazer um Ironman não é algo fácil, isso é inegável, porém vejo hoje que é possível para qualquer um que tenha um certo tanto das seguintes condições: saúde, tempo (mesmo que apertado), uma certa condição financeira (infelizmente triathlon não é um esporte muito barato) e claro, BASTANTE disciplina e VONTADE para treinar. 

Quase no meio da semana 17... saindo para o longo de corrida (30Km) em 3... 2... 1... fui!

Comentários

  1. rsrsrsrsrs pelo que tu tem treinado, pode ter certeza que vou ter que correr muito pra te alcançar, se alcançar :)

    Abraço e bons treinos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá bom Fábio... até parece né. Ademais treino é treino e prova é prova, nunca esqueçamos disso. :-)
      Abraço! Bons treinos também, estamos quase lá!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas