O que pode melhorar

Mais uma vez o tema é sugestão do Ricardo que deixou um comentário no post sobre mentalização. Na hora que respondia o comentário dele tive a ideia de transformar num post porque o assunto é interessante. No comentário, resumidamente, ele me perguntou o que eu achava possível melhorar em uma próxima prova longa me baseando pelo Ironman 2013. 

Vamos lá.

Primeiramente hoje em dia quando eu penso em termos de prova longa penso em Maratona, (distâncias de) Meio Iron e Iron. É o que tem me atraído mais, apesar que meio Iron eu ainda não fiz, o primeiro será o TriDash no final do ano em Floripa. 

Maratona - No assunto maratona tenho uma prova no currículo mais a do Iron que não conta muito porque é totalmente diferente. Na Maratona de SC do ano passado eu basicamente fui com uma ideia: terminar a prova. Segui um pace bem conservador (5'30"/Km) com a intenção de me sentir mais confortável e terminar sem quebrar. Cuidei relativamente bem da alimentação e me preparei bem com os treinos do meu treinador. Resultado foi uma prova "confortável" e com a meta atingida (3h53'45"). Pensando na alimentação e preparação não tem muito o que fazer, é seguir da mesma forma e treinando com bastante empenho, no máximo treinando com ainda mais vontade. O que pretendo fazer nesse caso é ter uma meta um pouco mais ousada e forçar um tanto mais o ritmo. Se quebrar, tudo bem quebrei. Já fiz a maratona e agora a ideia é tentar melhorar um pouco o tempo. Claro que forçar o ritmo não é querer dobrar a minha velocidade. A meta inicial vai ser um tempo abaixo do ano passado. A meta ousada...  bom essa deixa primeiro eu ver se posso estabelecê-la e falar com meu treinador mais para frente. Mas que ela vai existir vai. E é aí que acho que posso melhorar. Quero chegar com menos pernas sobrando que a outra vez. Quero ter uma meta além do que simplesmente terminar.

Ironman - Meu próximo Ironman vai ser só em 2015 mas MUITA coisa já sei que dá para melhorar. Sempre que se vai a primeira vez para uma prova, especialmente as mais longas, a ideia é conhecer o "terreno" e fazer as coisas pensando mais em terminar. Mesmo que tenhamos todas as conversas, palestras, experiência de amigos, etc. a nossa prova sendo a primeira temos que ter um certo cuidado. Comigo não foi diferente. Escutei muito o que os treinadores da Webtreino falaram na palestra que tivemos. No primeiro Iron pense primeiro no CONFORTO. Equipamentos, roupas, comida, tudo pensando no teu conforto. Depois do primeiro aí sim começa a pensar em melhorar tempo e em performance. Fiz exatamente isso e é aí que está a maior parte dos pontos que posso melhorar. 

  - Transições mais rápidas (somando as duas levei praticamente 17').

  - Menos troca de roupas.

  - Pedal menos conservador. Acabei tendo muito medo de faltar pernas na maratona e fiz o ciclismo com muito cuidado. Daria para ter forçado um pouco mais.

  - Logo que sentir vontade de fazer "necessidades fisiológicas" parar e fazer. Relutei um pouco para fazer o número 1 durante o ciclismo por preguiça de parar, descer da bike, etc. mas isso mesmo que de forma leve acaba prejudicando porque muda-se posição, diminui o conforto, etc. 

  - Melhorar a navegação na natação. Tentarei fazer mais travessias em mar aberto para melhorar essa parte. Tive um tempo bom na natação (1h03'), porém nadei 4200m, ou seja 400m a mais do que precisava. É coisa demais. Na ida para as boias fui muito bem mas na volta preciso achar uma referência mais fácil de (conseguir) seguir. 

  - Melhora no equipamento. Acho que a evolução do equipamento é um passo natural quando estamos nesse ou em qualquer outro esporte. Muitas coisas acho que no meu nível de ciclismo não fariam diferença, porém ainda penso em ter uma roda de competição para 2015. Acho que isso pode me ajudar um pouco. Nesse ano fiz com as rodas que vieram na Cervélo P2, Shimano R500. 

  Com todos pontos de melhoria do Ironman também não posso deixar de ter consciência que para um primeiro Iron a minha prova saiu redonda. Tirando a navegação da natação acho que nadei bem. Gostei da minha maratona também (foi praticamente 2' mais lenta que a maratona "solo" de 7 meses antes) e a bike teve essa questão de estar mais conservador mas mesmo assim fiquei em 31kph de média quando eu pensava inicialmente em 30kph. A alimentação foi perfeita, o clima perfeito, enfim, como todos já estão carecas de saber foi tudo muito bom e me diverti muito. Mas mesmo estando bom sempre podemos melhorar e essa é a ideia daqui para frente.

Comentários

  1. É isso ai Milton.
    Quem vem da corrida sempre tem mais facilidade em provas longas, já que na parte que se tem mais experiencia é onde os outros estão sofrendo mais. Os meus planos era fazer a maratona em 4 horas, saiu 40 minutos a mais, então eu ainda posso melhorar muito a corrida, a natação também e a bike nem se fala, mas se bem que comecei a correr a pouco tempo por causa do joelho, foi a partir do Iron de 2012 que comecei a treinar corrida, espero que daqui pra frente eu realmente consiga melhorar e correr mais fácil.

    Se tu melhorar só a transição tu já ganhará bastante tempo. E continuar treinando, treinando, treinando tu pode até conseguir uma vaga pra Kona, esperamos que sim.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Fábio... o negócio é irmos treinando e melhorando. Com certeza tua corrida vai longe ainda, especialmente se tu treina assim não faz tanto tempo. É bem rápido e fácil evoluir nela, falo por mim.
      Quanto à Kona... quem sabe um dia... quando eu estiver lá na categoria 60+. :-
      Abraço.

      Excluir
    2. Milton, muito obrigada pelo comentário lá no blog!
      A Maratona do RJ também foi minha segunda, a 1ª foi no desafio do Pateta e foi muito diferente. Estava voltando de lesão, rolou toda uma novela mexicana! rsrs

      Que venham os próximos desafios! Pensamos em completar o 70.3 em 2015, muito treinamento pela frente.

      Abraços e bons treinos!!!
      Drica Peixoto
      http://correndonaviagem.blogspot.com.br

      Excluir
    3. Valeu Drica, obrigado pela visita também.
      Esse desafio lá na Disney também quero fazer. Mas já ando pensando no Desafio do Dunga que é 78.2km em 4 dias. Deve ser sensacional correr por aqueles parques.
      Vai fundo... eu ainda não fiz uma distância de meio Iron mas vou fazer no final do ano. Já pulei direto para o Iron. :-P
      Abraço e bons treinos!

      Excluir
  2. Oi, Milton.
    Gostei bastante das suas observações. Ficava me perguntando o que viria depois de uma grande meta atingida. Onde procurar a motivação. Adorei a parte que você mencionou da palestra em que na estreia o que conta é o conforto. Vou levar esta dica comigo.
    abraços
    Helena
    Blog Correndo de bem com a vida
    @Correndodebem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Helena, muito obrigado pelo comentário. Quanto ao conforto é isso mesmo. Levei para esse lado e não me arrependi. Em 2015 eu diminuo um pouco o conforto e acelero. :-)
      Abraço e bons treinos!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas