Maratona de Santa Catarina 2013

Vamos ao relato da Maratona de Santa Catarina 2013. Prova que tanto mencionei aqui  no blog nessas últimas semanas de treinos focados para ela.

A placa que sonhei ver por mais de três horas
Procurando meu lugar na largada
O sol que veio logo cedo - lindo dia na Ilha.

Como já falei aqui, a ideia do meu treinador era fazer uma prova relativamente progressiva a cada 14Km. Segurando um pouco no início e aumentando o ritmo no segundo terço. Depois dos 28Km tentar manter ou acelerar o que fosse possível. 

Cheguei cedo ao local da prova para ajustar qualquer coisa que fosse necessária e também para pegar o chip. Nesse momento olhei para o céu e vi que a previsão do tempo passou longe de estar certa. Não tinha uma nuvem no céu e um sol forte mostrou a cara. Nessa hora pensei que iria mudar de tática. Não seguraria tanto no início e tentaria fazer uma prova mais constante, mantendo a ideia de média final mas sem segurar e depois progredir. Isso porque tinha medo que o calor me dificultasse ainda mais a situação após uns 30Km.

Antes da largada uma surpresa. Quando estou caminhando para fazer o "número 1" ouço meu nome. Era o Marcelo do blog Corra Mais. Foi muito legal conhecê-lo pessoalmente, corredor de tudo que é distância e muito gente boa. Batemos um papo mas logo tive que sair porque estava com bastante vontade de ir no banheiro. 

Logo depois da largada apareceu do meu lado o Fábio Mendes do Long Distance na Bagagem. Também não o conhecia pessoalmente e foi muito legal bater um papo rápido de "prazer em conhecer". O cara é muito gente fina e já desde o início ofereceu mantimentos que carregava na sua bela Cervélo. Ele foi em frente ver outros amigos e parti para minha prova.

Saí num ritmo entre 4'40" e 4'45". Estava tranquilo manter esse pace, só me preocupava pela instrução do treinador que era de fazer por volta de 4'50" no início para ter mais perna para o final. Pela mudança de tática resolvi seguir assim um pouco mais rápido. Exatamente como no ano passado, lá pelo sétimo Km a vontade fazer xixi apertou de novo. Comecei a tentar lembrar o harmonioso arbusto que eu tinha parado a outra vez. Achei exatamente no nono Km e foi lá mesmo que me libertei daquela vontade. Sei que o melhor é ir nos banheiros químicos mas eu tinha muito medo de dar de cara num banheiro ocupado e perder tempo por causa disso. Depois dessa parada me senti muito bem de novo e tentei dar um gás para recuperar o tempo perdido. Essa vez eu não parei o Garmin para ficar exatamente com meu tempo real. Seguia nesse ritmo. Lá pelo Km 15 mais ou menos senti que o chip (rígido) começou a me incomodar no pé. Talvez eu tenha apertado um pouco demais no meu cadarço elástico e com o movimento ele foi para uma área na parte superior do pé que senti que estava "pegando". No momento não me machucava mas aquilo era recém um terço de prova. Sabia que se mantivesse daquele jeito eu teria problemas lá na frente. Resolvi fazer mais uma breve parada estratégica para arrumar e segui em frente (fiz bem porque no banho após a maratona vi que tinha uma pequena bolha no local, teria complicado se fosse até o final). No segundo terço de prova mantive um pace ali perto de 4'43"/Km com pequenas variações. Até o 25Km estava tudo absolutamente tranquilo, somente com um pequeno desconforto na sola do pé como me aconteceu algum tempo atrás. Notei que isso ocorreu num momento de uma curva na Av. Beira Mar Norte onde há uma inclinação lateral. Talvez aquela posição do pé junto com a carga de corrida dos últimos tempos tenha dado esse desconforto. Logo depois não senti mais. Depois do 28Km-30Km as coisas já começam a complicar um pouco. As pernas começaram a cansar bastante. Depois do 32Km as panturrilhas davam sinais de câimbras. Todo movimento diferente (piso acidentado, tomar água, pegar sal ou gel, etc.) era um desespero porque parecia que ia travar. Pensei muito no que meu treinador falou na véspera. "Faça a prova com a cabeça e não com as pernas". Coloquei na cabeça que eu estava ali para fazer meu tempo, que aquele era o objetivo e que era para aquilo que tinha treinado. Lembrei de MUITAS palavras de incentivo que recebi aqui, no Instagram, Facebook e Twitter. Lembrei da minha família que me incentivou no trajeto e em especial da minha esposa que falou comigo no 22 Km. Tudo isso me deu forças para manter o ritmo e seguir em frente. Na segunda passagem em direção ao sul da ilha (após o túnel) tinha um vento contra que incomodou bastante a manutenção do ritmo mas eu sabia que era melhor pegar ali e no retorno (para o final) estar com ele a favor. Dito e feito, na reta final consegui melhorar o ritmo e vim com sofrimento enorme mas mantendo o ritmo. 
Cruzei várias vezes com o Marcelo, várias vezes o Fábio veio falar comigo. Também tive o incentivo de uma pessoa que não consegui identificar (desculpe mas estava sofrendo naquele momento) e que gritou "Vai lá 20 semanas!!". Se a pessoa puder se identificar aqui nos comentários eu ficaria muito grato, foi muito legal! Ainda no final (no túnel) o Fábio veio do meu lado de novo e me deu uma água salvadora. Eu estava já com a boca seca e louco por uma água para tentar um gás final. Mais uma vez agradeço demais o apoio dele nessa prova, me ajudou muito. Dali para o pórtico era só mais 1Km e as pernas já respondiam só pela metade mas acelerei o que deu. Completei a prova em 3h18'54". Algo que eu nunca tinha imaginado foi ficar ansioso pela classificação (nunca tive esse tipo de ambição até porque sempre faço as provas para completar). Como vi que passei muita gente do 25Km para frente eu fiquei curioso. O Fábio me falou que contou no máximo 50 pessoas desde o primeiro colocado até a minha chegada. No final das contas saiu um 39o geral e 11o na categoria 35-39 anos, uma categoria em geral "populosa". Realmente fiquei muito feliz, pois foi a primeira prova que eu fiz pensando em tempo. Pela primeira vez meu nome saiu na primeira página dos resultados. :-P
Cheguei a sonhar com 3h19' na noite anterior à prova. Sonhei e corri atrás desse sonho no dia seguinte.
Recebi um enorme apoio e muitas palavras de incentivo e de parabéns dos colegas da Webtreino. O Marlus mais uma vez mandou palavras muito legais a meu respeito. Um cara que admiro muito. 
Agradeço muito também as palavras de incentivo de todos que comentam aqui e sempre me deram maior apoio. Acompanham meus treinos e meu dia a dia. Muitos inclusive que eu nem conheço pessoalmente. Tenham a certeza que lembrei muito de todos. Eu de certa forma me sentia no compromisso de honrar com as minhas metas. 
Minha nutricionista Yana Glaser também me ajudou muito e tentei cumprir direitinho a dieta pré maratona nessa última semana além da alimentação na prova. Saiu tudo muito redondo.
No final uma recepção da família e da esposa. Mais um dia para jamais se apagar da minha memória. Espero correr ano que vem novamente.

Fica abaixo uma imagem importante em relação a essa prova. Meu tempo desse ano e a diferença para o ano passado. Um progresso baseado em treino e disciplina mas também num grande treinador. Um cara que sabe muito mais do meu potencial que eu mesmo. Um muito obrigado ao coach Fábio Bronze!

Essa semana coloco mais algumas informações sobre a alimentação e talvez algumas fotos. 

Agora começa o ciclo do Dash Triathlon 113 de 1o de dezembro em Jurerê. Que venha esse próximo desafio.

Obrigado mais uma vez pelo apoio de todos. 

Comentários

  1. Milton, fui eu que berrei no retorno, estava de camiseta verde da Brusque Runners! "Vamos lá 20 semanas!". Nessas horas o incentivo da galera é essencial!
    Parabéns pela prova e pelo tempo!
    E que venham as próximas!
    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa... legal Nando. Legal saber que foi tu. Foi muito bom receber aquele incentivo naquele momento tão duro. Desculpa que acho que não retribuí à altura mas eu só pensava naquele pórtico. Kkkk
      Abraço!

      Excluir
  2. Parabens pelo belíssimo resultado.
    Show de bola;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu André, obrigado. Foi tudo até melhor do que eu esperava, a prova saiu redonda, sofrida mas redonda.
      Obrigado.
      Abraço!

      Excluir
  3. Milton, foi buscar o tempo do seu sonho ... que maneiro.
    Essa superação é uma das coisas mais bacana da corrida, ou de qualquer outra modalidade. A competição é interna, a luta é duríssima ... mas a cabeça comanda tudo e o coração te guia.
    Parabéns, é essencial contar com o apoio da esposa, da família e dos amigos.

    Beijos e bons treinos para o Dash!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Drica.
      Muito obrigado pelas palavras de sempre, incentivo, animadoras, etc. Foi mesmo, literalmente sonhei com esse tempo na véspera. Quando amanheceu eu pensei que teria que correr atrás, literalmente. Por sorte deu tudo certo e consegui fechar até melhor do que eu esperava.
      Um beijo e segue firme nos teus treinos que andam duríssimos também. A recompensa vem depois.

      Excluir
  4. MILTON,
    Meu super parabéns pela sua maratona. Excelente participação na prova, do início ao fim. Que legal sentir essa energia dos amigos, aliás o post passa essa emoção (adorei!). Muito legal que você conheceu o Marcelo e o Fábio pessoalmente. Sentimos o apoio de tantos blogueiros corredores, que é sempre uma alegria encontrá-los.
    Aproveite a fase pós-maratona. Pode comer um pouco no nutella agora. Um pouco...hehe
    abraços

    Helena
    Blog Correndo de bem com a vida
    @Correndodebem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por tudo Helena, as palavras, o carinho, as visitas. Foi um domingo muito especial (mais um) na minha vida. Foi muito bom conhecer o Marcelo e o Fábio. Pena que tu não estava lá dessa vez mas teremos outras provas e qualquer hora te encontro pela pista.
      Hoje almocei completamente sem culpa mas a Nutella continua intacta. Vou guardar para os momentos de crise de abstinência. Kkkkk
      Abração e obrigado! ;-)

      Excluir
  5. Emocionante Milton. Arrepiou até a ponta da espinhela.
    Parabéns mesmo, fico sem palavras pois só consigo pensar e te elogiar.
    Caras como você fazem valer a pena acreditar e se dedicar ao que cremos!
    Sucesso.

    Corridas do Luizz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Luiz, muito obrigado camarada. A dedicação é muito do que precisamos para conquistar nossos objetivos. Segue firme que tu vai ser recompensado na maratona de Curitiba, tenho certeza. Tua alegria contagiante e tua dedicação são certezas do sucesso.
      Forte abraço meu amigo.

      Excluir
  6. Meu Deus! Tu não sossegas! rs Parabéns, Milton! ARRASOU!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou teimoso mesmo Deysi. O problema é que agora os objetivos começam a ficar mais difíceis. Kkkkkk
      Obrigado mesmo! E teu polimento, segue firme hein que a prova tá chegando!!!

      Excluir
  7. Eeeeeeee! Meu comentário apareceu! rsrsrs Entonces...3h e 18min é muita coisa (ou pouca coisa!)..rs Impressionante! Come toda a nutella que conseguires porque tu mereces!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Finalmente... estava estranhando esse negócio. Que bom que apareceu. É... iniciei os treinamentos pensando em 3h30'. Quando meu treinador falou que achava que dava para tentar 3h20' eu pensei. "Se ele falou 3h20' eu tenho que fazer 3h19". Sou teimoso. Kkkkk
      Hoje tô com preguiça de levantar até para comer... as pernas estão completamente bambas. Kkkkk
      Abração!

      Excluir
  8. Fala Milton, já ta treinando de novo? rs
    Então, quando tu passou pra última volta na entrada do túnel, eu comecei a contar quantos passavam antes de ti pela chegada, eu já sabia que tu estava entre os 35 ou 40 primeiros, mas achei melhor chutar pra cima pra não te dar frustração caso minha contagem estivesse errada.

    Eu tinha na bike Gel (que levaram todos), muita água e banana porque já sabia que nos últimos 12 km a temperatura ia subir muito e alguém ia precisar, muita gente andando recusou, então tá né rs.

    Eu vi que no retorno da UFSC muita gente começou a afrouxar. Acompanhei o Adriano Bastos e informei pra ele que ele estava a 1'40" do Silvano, ia lá na frente e parava pra ver quanto tempo o Adriano estava dele. Informei que ele estava diminuindo e que o momento de pegar o primeiro colocado seria na subida do túnel pois eles estavam na mesma velocidade (17,2 km/h, os caras correm maratona nessa velocidade) mas o Silvano diminuiu pra 15,05 km/h e o Adriano alcançou logo depois do túnel pra não perder mais.

    Já que meus planos de correr a prova não deu certo, eu tinha no mínimo que ajudar de alguma maneira rs.
    Não precisa agradecer por nada, sei que vc teria feito o mesmo. Quando tu entrou no túnel pela 3ª vez pro último retorno, pelos meus cálculos tu iria fazer entre 3h16m e 3h20m se mantivesse o mesmo ritmo, por isso levantei da calçada e fui te encontrar dentro do túnel depois, sabia que tu já estaria chegando e poderia precisar de uma água rs.
    Parabéns pela prova, ano que vem tem mais e tenho certeza que tu consegue diminuir mais um pouco.

    Ah, assim que baixar as fotos e vídeos te mando por email...

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara... muito legal teu acompanhamento da prova. Sei que se frustrou com a lesão mas por outro lado o teu acompanhamento lá foi muito bom.
      É impressionante a velocidade desses caras. Eles correm uma maratona numa velocidade que eu não faço nem tiro. Kkkk
      Eu vi o Adriano Bastos em segundo a última vez que cruzei com os líderes. Achei que ele não iria alcançar mas alcançou com folga até.
      Pode ter certeza que quando tu me falou da contagem aquela hora ainda me deu mais um ânimo. Nunca corri pensando em classificação, foi sempre em tempo (e contra mim mesmo) mas essa vez eu vi que desde o 22Km (na volta da UFSC como tu também percebeu) comecei a passar MUITA gente. Depois do 35Km então tinha uma galera diminuindo demais o ritmo. Eu não consegui acelerar mas consegui manter mais ou menos o mesmo e isso fez eu passar bastante gente. Aquela hora no túnel eu tava com uma sede lazarenta e lembrava que não tinha mais hidratação até o final. Quando vi tua água foi praticamente um oásis no deserto. Kkkkk
      Vamos ver... ano que vem dá para pensar em algo perto de 3h10'-3h15'. 2015 talvez em algo perto de 3hs-3h10'... quem sabe. Vontade não falta. Kkkk
      Quanto às fotos, sem stress cara, sem pressa. Valeu mesmo, deu maior força na prova. Qualquer hora a gente inverte os papéis.
      Forte abraço camarada.

      Excluir
  9. Poxa Milton, que legal ler esse relato, acompanhar a tua dedicação, tuas preocupações, saber que você sofreu, que doeu, que teve incentivo e que foi empurrado, que percebe a importância de ter bons aliados. Fico muito feliz, torci muito e você fez bonito estou orgulhosa. Ótima classificação. Tempo incrível. Parabéns. E que venha o próximo desafio.
    Boa recuperação. Bons treinos
    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Ju, muito obrigado pelas palavras, os incentivos e tudo mais. Saiu tudo dentro do planejado o que também me deixou muito feliz!
      Agora é esperar o próximo desafio em dezembro.
      Obrigado mais uma vez.
      Beijos.

      Excluir
  10. Rapaza, que puta prova !!!
    Animal !

    Agora a evolução é assintótica, o tempo mais tanto quanto a colocação, que foi fantástica ! SHOW.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Pina, obrigado camarada. Pena que tu não tava lá no domingo. Sei que estava pedalando nos arredores de Urubici. :-)
      O dia estava muito bom.
      Abraço!

      Excluir
  11. Caramba Milton, você voou baixo no asfalto do começo ao fim.

    Parabéns pelo excelente resultado. Ainda não consegui postar o relato da maratona de sc. A semana foi bem agitada.
    Foi um grande prazer conhece-lo. Foi muito legal o apoio do Fábio.

    Um forte abraço e bons treinos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Marcelo, obrigado camarada!
      Foi um prazer te conhecer pessoalmente também e parabéns por mais uma maratona na conta!
      Forte abraço e bons treinos!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas