Muito vento, muita chuva e todos os treinos

Final de semana em Curitiba tinha previsão das piores possíveis. Tanto no sábado quanto no domingo a previsão era de chuva, porém sábado ainda tinha a chance do período da manhã ser seco. Cheguei a pensar em alternar os treinos (passar o ciclismo para domingo e a corrida para sábado), pois o ciclismo teria como fazer em casa, já a corrida em caso de muita chuva ficaria comprometida. No final das contas decidi contar com a sorte e manter o planejamento inicia. 60Km de ciclismo no sábado e 21Km de uma corrida intervalada no domingo. 

Amanhece no sábado. Sol, calor e um vento extremamente forte. A foto abaixo mostra uma árvore modelada pelo vento. O "porém" da história é que essa foto foi tirada dentro da cidade onde o vento era menor e não no descampado da estrada. Saí pedalando de casa e peguei a estrada por volta de 7:30hs para um pedal solo. Por vários momentos levava rajadas fortes de vento. Para minha sorte peguei poucas vezes o vento contra, a maioria do tempo era lateral, que já incomodava bastante.


No final das contas 60Km feitos com sol forte, calor e um vento bastante chato. Aqui o treino no Garmin Connect e abaixo um resumo.


No meio da tarde de sábado comecei a me arrepender de não ter trocado os treinos. A chuva que caiu foi enorme. Água, água e muita água. Falando sinceramente, não tinha um plano B para domingo, afinal não teria qualquer esteira para correr em caso de muita chuva ou chuva e muito frio (não é hora de pegar resfriado).

Domingo acordei livremente, sem despertador e não chovia. Acabei ficando um pouco autoconfiante e resolvi comer e arrumar umas coisas sem pressa em casa. Saí para o treino já num horário mais tarde que normalmente estaria na rua. Acabei pagando o preço. A partir do final do primeiro terço do treino o céu ficou preto, as luzes do parque foram acessas e a chuva veio com tudo. Se antes já não dava para correr pela pista de corrida em função de alguns alagamentos, a partir desse momento então ficou pior ainda. O treino consistia de 7 vezes de 3Km progressivo com 3 minutos de intervalo entre cada 3Km. Cheguei a pensar em fazer 5 repetições e ir embora mas ao mesmo tempo pensei. Já estou ensopado mesmo, ainda vejo alguns malucos como eu correndo aqui. Vou ficar. Fiquei e terminei o treino com dificuldade até de enxergar de tanta água que caía. Não era o treino que gostaria de fazer mas por outro lado é daqueles treinos que nos dão um pouco de motivação. Abaixo um pequeno resumo e aqui o treino no Garmin Connect.


O único "senão" dessa história é que a partir da metade do treino senti um pequeno desconforto na sola do pé esquerdo. É algo que já senti em algumas oportunidades (na Meia Maratona de Curitiba não me lembro o ano e em um treino já para maratona desse ano). Coloquei um gelo nessas ocasiões e logo não sentia mais nada. Fiz a mesma coisa hoje e vamos ver o que acontece. De qualquer maneira agora estou oficialmente na fase de polimento e se voltar a sentir alguma coisa eu procuro um profissional para investigar. Mas isso só depois da maratona. 

Comentários

  1. Você sofreu com o vento forte, e aqui em Brasília sofremos com o calor e a secura!

    Abraço,
    Dani.
    http://danicorredora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... o negócio é sofrer pelo visto, seja do jeito que for. :-)
      Abraço!

      Excluir
  2. Nossa, Milton..isso que é disciplina!!! Parabéns!! Com chuva ou sol, vais voar na maratona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sempre é fácil... nem sempre tem sol... nem sempre a gente consegue... mas... :-)
      Valeu Deysi.
      Abração!

      Excluir
  3. Tá pronto !!! Boa prova domingo ! Intervalado na chuva é de lascar... mas é o que vale ! Separa as crianças dos adultos :-)... SHOW.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Pina... polimento mode on agora.
      É... esse foi um dos treinos mais "marcantes" que fiz até hoje. O cenário era devastador.
      Gostei da última frase... separa as crianças dos adultos. :-D
      Abraço!

      Excluir
  4. Coloca uma garrafinha de água no freezer e rola ela no pé, inflamação da fáscia é normal com toda essa rodagem. Logo melhora. Mas cuida.
    Está complicado a previsão não é muito otimista, graças a Deus aqui no oeste mais precisamente na minha cidade, a chuva não veio com tanta força e os estragos foram mínimos.
    Boa semana
    Bons treinos
    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa... obrigado pela dica Ju... vou fazer isso.
      Pois é, a previsão é de chuva para domingo por enquanto, vamos ver se muda.
      Valeu, boa semana também.
      Bjs

      Excluir
  5. Ah, só um puxão de orelha, não faça mais isso, pela tua segurança, é melhor perder o treino. poderia ter tropeçado, enterrado o pé em uma poça, um raio poderia ter te atingido....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá bom tá bom Dra. Puxão de orelha recebido! Kkkkk
      Eu juro que saí sem chuva... pensei em voltar no meio mas acabei ficando. Enterrei o pé numa poça mas para minha sorte não fez nada além de molhar até a canela. Kkkk
      Bjs

      Excluir
  6. Caraca.
    Sábado foi de levantar defunto mal enterrado mesmo.
    Arrebentei-me e só fiz 21 sofrido.

    Parabéns pela conquista Milton,quando eu crescer quero ser igual a você!

    Corridas do Luizz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tava brabo mesmo Luiz. Aquela hora que passei de bike por ti tu estava em qual Km? Parecia que estava correndo normal. :-)
      Valeu camarada, obrigado mas procura uns exemplos melhores que eu. :-P
      Abraço!

      Excluir
    2. Ali tava susse, estava na segunda volta. A jiripoca apertou depois dos 16 mesmo.
      Valeu pelo apoio!

      Excluir
  7. Acho que tenho mais medo dos ventos e de alguma coisa voar em cima de mim do que ficar molhado.
    Agora, em Curitiba, o melhor amigo do ciclista deve ser o rolo. Apesar de existirem estradas perto do Centro, o que facilita e muito o acesso. Aqui no Rio, o cara vai gastar pelo menos 1:30 para chegar em uma estrada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha André, até que temos dado sorte de nos finais de semana o tempo ter colaborado. Em geral até que final de semana não tem sido necessário muito treino indoor. Quanto às rodovias, de fato aqui somos privilegiados nesse sentido, apesar que eu moro longe de todas e levo uns 40 minutos no mínimo para chegar no local de treino. Só uma opção que é mais perto para mim (15' de carro e uns 25/30' de bike).
      Abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas