Ironman 70.3 Brasília 2014 - Relato da Prova

Vamos lá. Os posts sobre as provas são normalmente os mais legais mas os mais difíceis para um cara desmemoriado como eu. Tentarei lembrar das coisas mais importantes.

Viagem e pré prova:

Foi a primeira vez que fiz uma prova "totalmente fora" onde dependia de serviços e transporte 100% de terceiros. Infelizmente também não tinha como chegar sem ser sexta no final da noite e voltar no próprio domingo no meio da tarde. Isso tornou as coisas um pouco mais apressadas.

Sábado foi bastante corrido. Deixei a bike logo cedo no mecânico para ser montada. Enquanto isso fui para o café da manhã e depois para o local da prova para pegar o kit e ver o congresso técnico. Depois volta para o hotel para arrumar as tralhas, almoçar e depois pegar a bike para testar. Utilizei um parque nas cercanias do hotel onde havia uma pista de 10Km para rodar de bike. Depois volta ao local do evento para o bike checkin e finalmente ao hotel para jantar e tentar descansar. Dormi bem e a função no domingo começou cedo já por volta de 4hs da manhã, horário do despertador que, obviamente, nem chegou a tocar (acordei 3:58hs). :-)

Vamos para a prova.


Pouco antes da largada

Na largada

Natação: Primeira prova que fiz saindo diretamente da água. É diferente, dá uma bateção de pernas pouco antes da largada mas tudo bem. Tentei me posicionar um pouco mais à frente e não muito perto da margem. Entrei na água faltando uns 5' para a largada como me indicou o amigo Lean. Logo que entrei achei um lugar bom para ficar, porém faltando uns dois minutos para largar parece que todo mundo quis se enfiar ali. Para completar o sol nascia EXATAMENTE na direção da primeira bóia. Quando a largada foi dada não teve jeito, um bolo de gente na minha frente e mais uma vez me vi enroscado para sair. Reparem na imagem da natação abaixo.

Natação
Dá para ver que a ida foi num zigue zague tremendo, porém dessa vez, apesar do sol, o maior problema não foi tanto a orientação e sim as tentativas de passar por algumas pessoas. Eu tinha consciência que estava indo para um lado e para o outro. Dá para ver que na volta eu mantive uma linha reta na maior parte do trecho. Neste ponto já nadava mais isolado dos demais.

Esperava nadar mais perto de 30' do que de 35' mas não posso dizer que foi horrível. Pelo tanto que nadei a mais o pace ficou em 1'34"/100m o que era dentro do previsto (1'35"/100m). Como disse meu treinador, agora só falta nadar reto porque o ritmo tá bom. :-)
Dá para melhorar bastante ainda, talvez largando com mais confiança, mais na frente e forte para me livrar logo de algum tráfego.

Ciclismo: Foi sem dúvida a melhor parte da minha prova. Para essa prova meu treinador me passou muitos treinos de intensidade no ciclismo. Não só no rolo mas também nos treinos de final de semana. Um exemplo, e talvez o que mais tenha gostado, foi um treino de 90Km com dois trechos de 30Km em ritmo forte (prova). Isso ajudou muito a melhorar meu ciclismo. Havia um pouco de vento mas não achei que tenha atrapalhado tanto a prova. Em um trecho eu sentia ele bastante contra e incomodava um pouco, porém no trecho que estava a favor e era um leve declive chegava a faltar marcha. O percurso era de três voltas e reparei que a primeira fechei em 38kph. Fiquei um pouco assustado mas mantive aquela sensação de esforço. Com o cansaço natural e o aumento do vento isso caiu um pouco e fechei os 90Km com 36,5kph, uma média que considerei boa para o meu nível de ciclismo. Ainda tenho alguns pontos para melhorar e que já começaram a ser discutidos com o treinador. Também deu para ver que os treinos de intensidade ajudaram muito na evolução e devem ser mantidos num próximo ciclo. Um detalhe que pretendo rever na próxima vez é o meu aerodrink. Acabei me sentindo um pouco incomodando tendo que recarregá-lo com água na prova. Em provas mais longas isso não faz tanta diferença mas numa prova "meio longa" assim acabei me incomodando de ter que reduzir para enchê-lo de água.

Por outro lado um ponto bastante positivo foi como lidei com um percurso mais técnico no ciclismo. Até essa prova eu ouvia muito falar sobre essa questão de trajetos mais técnicos ou não, porém, como não tenho muita experiência nesse esporte era algo meio distante para mim. Essa vez realmente consegui entender um pouco mais. Acabei visualizando e lidando bem com os trechos que envolviam mais técnica (curvas em aclive, declive, cotovelos, retornos, etc.). Novamente recebendo umas dicas do Lean tomei bastante cuidado e acertei bastante nesses pontos. Era comum passar vários atletas que tentavam acertar a marcha já no meio de um ponto crítico.

Talvez o ponto mais bonito do trajeto do ciclismo

Trecho com a pior subidinha do trajeto


Ciclismo
Corrida: A corrida foi, sem dúvidas, a modalidade que fiquei um pouco mais desapontado com a minha prova. Não foi uma corrida ruim, longe disso, mas confesso que me sentia treinado para correr mais forte. Durante o ciclismo o tempo ficou totalmente nublado. Exatamente alguns minutos antes de eu começar a correr o sol apareceu com tudo e o calor acabou sendo um pouco forte. O ritmo do pedal eu sinceramente não sei o quanto influenciou na performance um pouco aquém do que eu desejava na corrida. Não me senti esgotado ou forçando acima do ideal no ciclismo, por mais que ele tenha sido um pouco mais forte que o planejado. Essa é uma pergunta que a minha experiência ainda não me permitiu responder. Cometi alguns erros também em relação às necessidades fisiológicas (leia-se xixi) e acabei tendo que fazer duas pausas forçadas. Com o sol forte, o terreno não 100% plano e essas "pausas" fora do script, só sei que não consegui manter o ritmo que desejava. Consegui sair num ritmo bom mas mantive por pouco tempo, tendo depois que diminuir um pouco para seguir até o fim. Dos 10Km para frente o nível de sofrimento aumentou bastante e dos 14Km em diante as duas panturrilhas já ameaçavam câimbras a todo instante. Sentia que deveria ter um pouco de prudência. Para completar, o quanto gostei do trajeto do ciclismo não gostei do da corrida. Tinha trechos bonitos sem dúvidas, porém achei que era muito "acidentado". Calçadas, calçadão, cruzamentos onde tinha que ficar descendo e subindo do meio fio, enfim. Senti falta de correr mais tempo direto na "rua" mesmo. Nesse calçadão na beira do lago achei o trajeto da corrida muito estreito. Os cones ainda dividiam o trajeto e praticamente só cabia uma pessoa em cada sentido. Em um determinado momento acabei até batendo o braço no braço de outro competidor que vinha do lado oposto. Para passar era necessário ir para grama ou para a "contramão". Mas, claro que não posso culpar o trajeto por nada, isso é só uma observação.


Ainda "voando" na corrida
Já sofrendo na corrida

Agradecendo aos céus de estar chegando na corrida

A corrida
Não vou negar que fiquei um pouco desapontado com a corrida mas, por outro lado sei que dei o máximo que meu corpo podia naquele momento. Terminei bastante cansado e o sofrimento no final foi realmente grande. Foram muitas as lições aprendidas na prova e também muitas coisas extremamente positivas.

Transições: As transições ainda não foram as ideais mas essa foi a primeira prova nessa distância que eu fiz usando sacolas e tenda de troca. Eu me viro mais rápido quando é ao lado da bike mas com o tempo eu vou aprendendo. Não chegaram a ser transições de noiva mas dá para melhorar bastante ainda.

O lado bom de não ter saído a prova dos meus sonhos é que para a próxima eu tenho certeza que vou treinar com ainda mais vontade e disciplina.

Saldo final 4:48h de prova (queria ter feito pelo menos o mesmo tempo do Dash 4:45h, por mais que o Dash tenha sido mais plano e com 2Km a menos de ciclismo). 26o lugar na minha categoria (270 inscritos) e 118 geral (1200 inscritos). Foi meu primeiro Ironman 70.3 e segunda prova nessa distância e consegui me manter no grupo dos 10% mais rápidos tanto no geral como na minha categoria, o que me deixa feliz, apesar do gostinho de "quero mais".

Para as próximas provas? Treinar, treinar e treinar porque a brincadeira está ficando sofrida, porém divertida. ;-)

Por fim gostaria de agradecer todo mundo que torceu por mim e sempre deu palavras de incentivo que foram muito importantes. Amigos de blog, reais, virtuais, redes sociais, etc. Seria injusto colocar os nomes e esquecer (lembrem-se, sou um desmemoriado) algum. Para representar todos os amigos agradeço à Dani do blog Dani Corredora que é de Brasília, é minha colega de empresa e foi lá, com seu marido, encontrar com minha esposa para ver o final da prova. Não a conhecia pessoalmente e foi muito legal poder conhecê-la após a prova. Só que não tiramos uma foto e só lembrei disso depois. Como eu estava virado num lixo quando a encontrei eu acabei nem chegando muito perto. :-) 

Também foi legal rever alguns amigos da Webtreino, representados pelo treinador Alexandre Perdão que encontrei já na hora da retirada dos Kits. Ainda em relação à Webtreino, logicamente agradeço muito ao meu treinador Fábio Bronze, grande profissional e pessoa e que tem feito minha evolução ser constante.

Claro, o agradecimento mais que especial vai para minha esposa. Ela não pratica triathlon nem corrida mas estava me apoiando e incentivando nos treinos e durante todo o tempo em Brasília. Sei que não foi fácil para ela que viaja TODOS os dias 180Km para ir e voltar do trabalho. Encarar um vôo na sexta para chegarmos lá quase 23hs, acordar no sábado, passar o dia todo na folia das "burocracias". Depois acordar 4hs da manhã no domingo e ficar carregando minhas mochilas com bomba e outras tralhas enquanto fotografa e mantém as outras pessoas atualizadas por WhatsApp e ainda ter que chegar no domingo tarde da noite em Floripa para acordar de novo 5:15hs na segunda para trabalhar...    só sendo a verdadeira mulher de ferro. Isso é o verdadeiro amor. 

Até no congresso técnico ela foi comigo, e ainda estava mais sorridente que eu. :-P

Comentários

  1. Milton: do jeito que treinaste eu imagino que querias, literalmente, voar na prova!!! Mas tu ARRASOU!!!!!!!!!!!!!!! Parabéns!!!!!!!!
    Sobre esse sol na corrida: vi uma gurizada falar disso!!
    Qual vai ser a próxima?? rsrsrs

    PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Tu és um exemplo!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Deysi, obrigado! Até aceitaria a natação com esse tempo mas confesso que a corrida eu ainda não me conformei. Kkkk
      Próxima deve ser a Maratona de SC (agosto) depois das férias (maio). Infelizmente daquele jeito que não queria (só para me divertir). Ainda estou pensando.
      Valeu mesmo Deysi, obrigado pela força de sempre! ;-)
      Abração!

      Excluir
  2. Seu post ficou show! Foi muito bom conhecer você é a Kelly pessoalmente, ainda que só tenha te encontrado muito rápido no final, a Kelly é muito simpática, e além de carregar as mochilas, tirar fotos e mandar mensagens, ela estava mega ansiosa e nervosa, com as mãos tremendo.
    Vou só repetir o que já te falei, parabéns, Milton, você é um grande atleta, 118 de 1200 é fantástico, tenho muita admiração pois acompanhei seu esforço durante os meses de treinamentos.

    ResponderExcluir
  3. Ah, não coube tudo num comentário só, então vou continuar aqui.
    Você arrasou!
    Eu gostei muito de ter ido ao evento, deu até uma vontadezinha de fazer triatlo (mas já passou), a atmosfera e a adrenalina da competição é muito muito legal!
    Não tiramos foto, né? Também esqueci. Fica pra próxima, ou você volta pra competir em BSB ou eu vou correr em Floripa.
    Beijo,
    Dani.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Dani, muito obrigado pelas palavras e pela torcida de sempre. A foto a gente tira na próxima com certeza! Teremos outras pela frente!
      Quanto ao triathlon... faz a vontade voltar aí! Kkkkk
      Obrigado por ter ido lá. Imagino que o trânsito na cidade não estava fácil.
      Bjs.

      Excluir
  4. Massa... excelente relato, lembro de vc pela roupa, cruzei umas 3 vezes com você na corrida... PARABENS PELA PROVA. Ótimo tempo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa... valeu Fábio... obrigado parceiro. Não tem foto tua em algum lugar para eu ver se reconheço também? :-)
      Abração!

      Excluir
  5. Boa garoto ! Provão.. Esqueça o tempo final, o importante é a diversão e o estilo de vida que este esporte está te dando ! Abração !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu meu amigo! Obrigado pelas palavras de apoio e incentivo de sempre! Firme e forte rumo ao Texas! :-)
      Abração!

      Excluir
  6. Show Milton !

    Sobre a largada, dizem que os primeiros 400 m de um iron são anaeróbicos pros que nada abaixo de 1h, se não fizerem isso não adianta nadar bem se pegar todo aquele bolo de gente hehehe.

    Baita média da bike, com 3 voltas, retornos triplos, vendo e terreno ondulado é impressionante ! Muito bom.

    A corrida tem que ser assim, com o que sobra e no máximo. E como falei, olha o reesultado e não só o tempo absoluto... Foi sensacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cliquei sem terminar kkkk.... Cara, vamos socar a bota no longão da fetrisc hehehe. E cara, essa base aí que tu fez vai se manter, pode crer.

      Abração e parabéns

      Excluir
    2. Kkkk...
      Valeu Pina, obrigado parceiro!
      Quanto à natação, vou começar a tratar sempre assim.. anaeróbico no começo. Kkkk
      A bike foi a melhor parte de lá mesmo, curti demais. Os vários treinos de intensidade misturando com volume deram resultado. Valeu!
      Vou viajar nesse final de semana e no próximo. E no seguinte ao longo eu saio de férias para o exterior. Se até segunda ainda tiver vaga e eu ver que vou conseguir encaminhar tudo que preciso aí eu tento ir. Mas se eu for não quero te ver por lá... senão me quebro. Kkk
      Abração!

      Excluir
    3. Tá, então vamos pro Longão da Fetrisc e fim de papo kkkkk. Se tu me ver por lá vai ser dando volta em mim, pq não sei se lembro como nadar no mar ainda hahaha. Mas amanhã vou me regenerar nas águas de jurere.

      Falando em águas, sobre o post lá do 70.3: tens nadado no mar ? Acho que isso foi o que me ajudou a nadar decentemente em provas, pq como eu sou um prego na piscina, estar no mar toda semana acabou focando pras provas...

      Excluir
    4. Kkkk... calma Pina... não me venha inventar moda. Kkkk. Tenho até amanhã para pensar, certo?

      Quanto à natação, de fato o mar deve ajudar. Não tenho nadado no mar, só piscina mesmo. De repente vou ver se encaixo uns treinos no mar para ver se ajuda.
      Valeu.
      ABraço!

      Excluir
  7. Esse povo que fica atravessando na nossa frente na natação é o que mata, eu não tenho uma natação boa mas minha navegação é, então acabo sempre tendo que diminuir por isso, um dia vou procurar fazer uma prova que esteja só eu rs...
    Em relação aos retornos, subidas, faz um dia a prova em Garopaba que tu vai ficar craque de tanto retorno e retomada de velocidade que tem rs...

    Teu ciclismo foi bom, fez exatamente o mesmo tempo que fiz em Caiobá em 2012, mas tu precisa comprar rodas de carbono agora pra ficar mais leve e aerodinâmico, tu vai sentir muita diferença no ciclismo depois disso. Meu aerodrik eu troquei por um TorHans, é fechado e não respinga água, tem um sistema pra recarregar bem melhor e evoluído que o da Profile.

    Milton, tenho certeza que a presença da mulher ajudou muito, eu sempre fico com pena da minha quando ela vai no Ironman ficar lá por todo aquele tempo, mas ela diz que gosta, e diz que é só uma vez por ano, já me intimidando pra não fazer dois por ano rs. Esse é o preço que se paga e tenho certeza que ela curtiu toda a viagem e viu de perto como realmente não é facil fazer tudo que gostamos, é dureza amigo, mas compensa.

    Tu tá no caminho certo, só precisa fazer provas mais variadas, curtas, longas, principalmente quentes, pois tu ta com o mesmo problema que eu já tive em relação ao calor, acho que agora estou curado desse problema, assim quem sabe um dia consigo chegar mais perto de ti numa prova quando o sol sair hahaha


    Abraço, bom descanso parceiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Fábio... ainda não encontrei o melhor lugar para largar na natação mas tô evoluindo.
      Esse de Garopaba eu lembro do teu relato, que é cheio de curvas. Quem sabe um dia né.
      Quanto às rodas... estão no plano para esse ano. Vamos ver se ajuda alguma coisa.
      Com certeza a mulher lá ajudou e muito Fábio. Por tudo, o apoio, a logística, o companheirismo, tudo. Já fiz provas sem o apoio dela é faz uma falta danada.
      Valeu parceiro... gosto mais das longas mas vou ver se encaixo umas menores no meio.
      Quanto ao sol... tô voltando a treinar no calor de Floripa mas os oito anos de Curitiba ainda pesam. Kkk
      Abração!

      Excluir
  8. É rapaz, só tenho uma coisa pra dizer: Tu é Ninja!!!
    Relaxa com o tempo da corrida... No nosso amado esporte não basta "encaixar" bem uma modalidade, temos que "encaixar" as 3. É muito complicado.
    A natação sai ruim, o pedal bom a corrida excelente, ou a natação maravilhosa, um pedal excelente e uma corrida ruim...
    É claro que a gente sempre quer ir melhor mas conseguir "encaixar" um dia excelente nas 3 modalidades é raro demais. Pergunta pra qualquer pró aí...
    Na minha humilde opinião, fostes muito bem!
    Grande abraço,
    Armando - http://atriathlon.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Armando, obrigado pelas palavras meu amigo. É bem isso. Encaixei um ótimo ciclismo mas a corrida não ficou 100% como eu queria. Mas ela foi boa, só não foi excelente. já estou pronto para outra e isso só vai me ensinar e me fazer melhorar, certeza.
      Abração!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas