Um difícil final de semana

Durante a semana, na quarta-feira, como tinha médico (uma segunda opinião) e também fisioterapia, o jeito foi abrir mão de uma modalidade de treino (corrida ou natação), pois ainda tenho que trabalhar para sustentar o triathlon. Acabei optando por não nadar e correr 5Km no parque Barigüi logo cedo. Não tá fácil, o joelho incomoda pouco atualmente mas as dores que irradiam na perna (especialmente "traseiro" e quase lá no tornozelo) ainda incomodam bastante, especialmente logo depois que paro de correr. Já está bem melhor do que foi mas definitivamente vejo que ainda falta muito para poder correr sem dor e num ritmo minimamente rápido. Aproveitei essa corrida para levar de subsídio para o médico na parte da tarde. O que ele me falou: "ciatalgia", ou seja, inflamação no ciático. Já me mandou tomar logo três doses de injeção (que terminei) hoje e fazer alongamentos, fortalecimentos, etc. Já indiquei para fisioterapeuta também e ela está mudando um pouco o rumo das sessões. Confesso que não está sendo fácil, me incomoda muito não só a dor mas essas "incertezas" de um diagnóstico preciso e também de um tempo preciso de recuperação. Todos falam que posso continuar treinando - e de fato treino natação e ciclismo numa boa -, porém tem dias que bate um desânimo forte, especialmente por conta do Challenge, prova que esperei tanto para fazer. Mas não adianta chorar, estou fazendo o que posso e vou fazer o que der. 

Já para completar o período negro, final de semana daqueles de apagar da memória em Curitiba. Chuva do início ao fim, atrapalhando completamente os treinos. A planilha tinha 40Km ciclismo 4Km corrida divididos em duas baterias de 20Km/2Km no sábado e depois 70Km com ligeira inclinação no domingo. Não teve jeito, TUDO no rolo. Acabei mudando um pouco e fazendo 40Km/4Km porque entrar e sair de casa imundo de suor para fazer baterias seria meio caótico. A corrida ainda é sofrida e depois de parar a perna lateja por um tempo. 

Fora a força que sempre me dá, posso dizer que nesse final de semana em especial minha esposa praticamente me fez treinar direito. Deu uma força incrível tanto no sábado quanto no domingo. Pedalou na bike de spinning e malhou durante boa parte junto comigo para que eu não desanimasse no rolo, especialmente no domingo já que tinha mais de duas horas pedalando sem sair do lugar. Foi um treino bem mais mental do que físico, sem dúvida alguma. 

Tudo pronto...

...para encarar a chuva

Encarando

Sofrendo em meio à bagunça

Agora é ver como irá começar a semana e tentar focar ainda mais na recuperação. Só quero me divertir sem sofrer muito no Challenge. Querer muito mais do que isso já nem adianta mais. 

Por outro lado, algo de bom aconteceu. A Cervélo P2 voltou surpreendentemente rápido do conserto e já está pronta para rodar de novo. O conserto da gancheira ficou perfeito e agora é tomar cuidado e fazer muita força com ela.  

A P2 de volta

Comentários

  1. Força aí camarada.
    As lesões são sempre muito desanimadoras mas a gente NUNCA se entrega. Somos Ironmans!!!
    Tenha certeza de uma coisa: No final, tudo dá certo. Se ainda não deu é porque não é o final!!!
    Boa sorte, tô na torcida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Armando, obrigado meu amigo! Isso aí... desistir JAMAIS. Essa frase aí é boa hein. Sempre falo ela. Nunca tinha se aplicado tanto assim a mim mas agora sim. Kkk
      Abração e boa semana aí!

      Excluir
  2. Logo que comecei a ler já ia comentar: É ciático! Antes ciático do que joelho, não?!
    Tenho tido uma leve dor nos joelhos no km final dos meus treinos, justamente na descida e logo que paro a dor passa...tenho ficado um pouco encanada com isso, mas se Deus quiser será só um reflexo passageiro do aumento de volume dos treinos. :(
    Não desanime, tenho paciência pq logo vai passar! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... o joelho parece que está indo para o lugar e aí aparece o ciático. É problema de umidade, conhece? "Umidade avançada". Kkkk
      Cuida bastante Bruna mas não deve ser nada não. De qualquer maneira vá controlando, se não passar procure um médico.
      Melhoras aí e obrigado pela força!
      Bjs

      Excluir
  3. Milton, depois da tempestade vem a bonança. Confia! Estais fazendo o seu melhor. Parabéns pela esposa. Ter apoio nesses momentos é fundamental!
    abraços
    Helena
    Blog Correndo de bem com a vida
    Twitter @Correndodebem
    IG @Correndodebem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Helena, muito obrigado! Que assim seja!
      Quanto à esposa, ela é demais mesmo!
      Abração

      Excluir
  4. Viva a Kely, pelo apoio moral no final de semana! O que seria de nós se não fossem nossos companheiros, né? Eu só comecei a fazer fisioterapia pra tratar a lombalgia porque o marido marcou pra mim.
    Milton, força e paciência, meu amigo, logo logo você estará 100%!
    Beijo,
    Dani.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Dani. A Kelly é demais mesmo! Eu seria nada sem ela. :-)
      Valeu minha amiga, obrigado! Vamos que vamos!
      Beijos e bons treinos aí!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas