Semana a semana Ironman 2015 - Semana 5

É meus amigos...     o tempo realmente voa. Fecha hoje a semana cinco do ciclo de vinte do treinamento, ou seja, um quarto de todo treinamento já se foi. A base está se consolidando ainda com volumes não tão altos.

Esta semana, como citei no post anterior, estou de férias em Florianópolis e os treinos foram feitos 100% na ilha da magia! 

Os principais destaques da semana foram, sem dúvidas, os treinos de ciclismo de terça e quinta que fiz na rua, diferentemente do que acontece em Curitiba. Treinos em horário livre e que saíram muito bons. Nos dois dias foram treinos mais ritmados com esforço relativamente constante. O de quinta, em especial, saiu um pouco mais forte, pois quinta é tradicionalmente um dia de treino de tiros então fiz uns 10Km mais leve e depois o restante em ritmo mais forte e constante, apesar de ter caído um pouco de vento. Saiu um excelente treino. 

Ritmo mais forte na SC401
video

Na quarta-feira um excelente fartlek feito integralmente em uma linda (e quente) Beira Mar Norte ao amanhecer. Um dos treinos mais legais que fiz até hoje apesar do sofrimento e do forte calor mesmo sendo 7hs da manhã. 

Como diria minha amiga Maria, mais cansado que o pente da Maria Bethânia
Os treinos de natação essa semana foram salvos pelo Gustavo Pinto da Gustavo Pinto Assessoria. Eu o conheci no sábado durante um treinamento em Jurerê apresentado por uma amiga de Floripa (Obrigado Gustavo, obrigado Mi Tatsch!). Neste momento ele me ofereceu a piscina do clube em que ele dá o treinamento durante a semana. Nadei lá na segunda e na quarta, este um treino de 30x de 100m entre fraco e moderado que saiu muito bom. Na sexta a ideia era nadar no mar, porém o tempo amanheceu chuvoso e o jeito foi improvisar com uma dica/material que meu treinador de natação de Curitiba me passou. Trouxe um cinto com um elástico/garrote e nadei na piscina de casa por 30'. Natação "estacionária". 

Nadando amarrado
Quem não tem cão caça com gato :-)
Sábado a transição também teve que sair parcialmente indoor, pois a chuva caía em Floripa. Além disso, a SC401 - onde faria a transição - é uma estrada bem perigosa muito cedo nos feriados em Floripa. São muitas casas noturnas na região das praias e é MUITO comum acidentes por conta da combinação álcool + direção. Inclusive na madrugada de sábado houve um acidente envolvendo três carros onde um deles simplesmente invadiu o acostamento e bateu em um ponto de ônibus. Se é mais tarde e se tem um ciclista ou pedestre, seria o fim da linha. Triste realidade a nossa. Durante o quase um ano que morei em Floripa recentemente foi comum ver acidentes nesta estrada quando saía para pedalar logo cedo. Vi alguns inclusive MUITO graves. Optei então para a segurança do rolo no ciclismo e fui correr na Beira Mar Norte com um pouco de chuva. A corrida saiu muito boa, pois era 5Km em ritmo mais forte e 2Km em ritmo leve. Ritmo está encaixando! 

Treino de transição teve 40Km no rolo olhando a chuva. 
Por fim, no domingo a previsão era 3h e 30' de ciclismo. O dia amanheceu fechado mas sem chuva. Rumei para BR101 um pouco mais tarde e ainda assim peguei o término do desfile das escolas de samba de Florianópolis, o que fez eu atrasar ainda mais o início do meu treino. O treino foi de Biguaçu até Camboriu com um vento que foi aumentando ao longo da manhã. A ida foi um pedal bem fácil em uma velocidade até mais alta para a distância percorrida. Na volta o desespero foi grande. Poucas vezes senti tanta vontade de parar um treino e ligar para alguém me buscar. Toda a volta foi numa média sofrida (fazendo MUITO esforço) de 29kph. Pensava o tempo todo em terminar aquele sofrimento, queria chegar a qualquer custo. Tudo já incomodava com aquele vento. Pernas doíam, lombar incomodava, sede constante por conta do esforço, e assim foi até chegar na PRF de Biguaçu. Nunca esperei tanto por aquele momento. Realmente foi um sofrimento tremendo. 

Mesmo com tempo fechado o visual é especial na BR101
Foi uma "boa" forma de terminar o primeiro quarto do ciclo de treinamento. Aquela forma em que a gente vê que fazer um Ironman não é fácil. Não é impossível mas está longe de ser fácil. É nessas horas que sentimos o corpo sendo colocado à prova. 

Comentários

  1. Oi Milton, já acompanho você no instagram, mas agora é hora de acompanhar por aqui também, para saber um pouco mais sobre o seu treino. Sua dedicação ao desporto é uma verdadeira inspiração. Muitos parabéns porque você já é um verdadeiro campeão!
    Beijinhos de Portugal!

    7:00 am Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeeeee... obrigado amiga! Fico feliz que esteja acompanhando por aqui também! Bjs e obrigado!

      Excluir
  2. Ahhaa meu momento de fama, ser citada por vc!!! Kkkk
    Coincidência ou não, conforme conversamos, um dos meus treinos na quarta semana tbm teve MuITO vento e tudo incomodou! O coach disse "não perca a paciência"!!!
    Bons treinos pra vc Conan! Que depois do Carnaval já não é tão Bárbaro!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk... até parece né, Mary!?!
      Nossa... o vento incomoda muito. Mais que subida, mais que calor, mais que frio. Mais que tudo!
      Valeu paquitona! Vamos treinando porque Bárbaros seremos nós em 31 de maio! Kkkk
      Bjs

      Excluir
  3. Massa essa natação na piscina hahahah. Vou tentar isso lá no prédio.
    Cara, esse vento de domingo foi PHODA. Fiz em Urubici e tinha uma nuvem da família adams pouco depois da entrada do morro da igreja. Dava 13 km até lá e tinha 110. Fui e voltei com vento açoitando por todos os lados, pista molhada e chuva em alguns trechos. Toda hora passando pelo carro, não sei como não parei ali antes.

    Só sei que tirei as distâncias e tempos do display e só deixei cadência e batimento. Trabalhar na zona certa pelo tempo que for faz esses treinos passarem.

    E entre nós, é nesses que se forja a VONTADE. Se não paramos nesses, não tem tempo ruim em prova que faça cair. Visto o Challenge com aquele tufão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não tem cão caça com gato né, Pina!? Bem no dia que eu ia a Jurerê resolveu chover aí me amarrei e nadei .Kkkk
      Putz cara... aquele dia o vento foi demais. Poucas vezes pedalei tão desanimado. Se eu estivesse com o carro perto como tu eu teria desistido. A minha vantagem é que eu estava em BC e meu carro em Biguaçu. Eu TINHA que voltar. Kkkk
      Abração meu amigo!

      Excluir
    2. Nessas horas é bom ir... já tive enrosco na corrida, mas tinha ido metade, tinha que voltar :))))

      Mas vem cá, qual o problema da chuva na hora de ir nadar em jurere :-D ?

      Abração !

      Excluir
    3. Fiquei com medo de fechar MUITO o tempo e eu ter ido até lá e não poder entrar no mar. No fim ficou uma chuva leve. Poderia ter ido. Foi um #mimimi na verdade. Poderia ter contado com a sorte e feito o treino no mar mas... kkkkk

      Excluir
    4. KKKKKK poderia ser um mar em fúria que só vale realmente em prova... tem que coisa pras quais não tem como treinar... o challenge foi um dia desses :-))))

      Excluir
  4. Grande Milton. Bom reve-lo por aq... gostei da natacao "amarrado"... manda ver amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Ricardo! Obrigado pelas palavras meu amigo! Foi o jeito essa natação naquele dia!
      Abraço!

      Excluir
  5. Me diz uma coisa, se vc estavas perto do mar não era mais vantagem aproveita-lo para fazer seus treinos? ou vc precisa manter na piscina?
    Quero saber como faz pra acompanhar a esposa nos desfiles de carnaval e ainda tem todo esse pique pra esse volume de treino...Eu passo uma vassoura em casa e já quero matar o treino do resto da semana...hahahaha brincadeira. Parabéns! Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não teria como nadar SÓ no mar mas de fato eu deveria ter aproveitado mais o mar nos finais de semana. O problema mesmo era tempo para eu fazer. Acabou que mantive minha rotina de Curitiba onde as transições de sábado eram de bike + run e aí nem nadava no mar.
      Kkkkkk... folião triatleta já ouviu falar, Bruna!??! Kkkk
      Bjs guria!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas