Que venha o ciclo do Ironman 70.3 Foz do Iguaçu

Bom, já se foram três semanas desde o Ironman 2015 . Conforme meu técnico conversou comigo, este seria o período de treinos um pouco mais leves para a recuperação completa da prova. A primeira semana fiquei 100% off, a segunda e terceira foram treinos diários, porém somente um por dia, bem diferente da rotina habitual. A corrida é o que estou voltando mais lentamente em função da lesão no pé. Por enquanto tenho corrido sem dores e somente em um dos dias senti um pouco de desconforto um dia após a corrida. Continuo usando algumas táticas para fascite plantar e vou fazer isso por bastante tempo. 

Essa semana esfriou bastante em Curitiba e foi a hora de começar a tirar as roupas pesadas que nos protegem nos treinos de inverno curitibano. Terça-feira sem dúvidas foi um dos dias mais frios que já pedalei. Cheguei no parque Barigüi 6:25hs e o termômetro da passarela marcava 1 grau. Alguns outros na cidade marcavam 0. Esperei alguns minutos por colegas do treino coletivo mas 6:31hs e não vi qualquer movimento "suspeito". Achei melhor sair sozinho mesmo. Por incrível que pareça, apesar dos dedos das mãos sofrerem um pouco com o frio mesmo com luvas fechadas foi um treino muito legal. Paisagem toda branca no caminho até Campo Largo (pena que não levei minha Garmin Virb para registrar) e muitas caras de espanto para mim nos momentos em que eu cruzava com pessoas nos pontos de ônibus. Confesso que essas caras de espanto sempre me motivam mais nos treinos. :-)

Final de semana teve um novo pedal, agora já com dois parceiros do "Pangarés do Asfalto". Pegamos bastante vento contra na volta e uma boa dose de frio também, porém a parceria no pedal fez o mesmo ser bem agradável. 

Milton, Geandré e Allston a caminho de Bateias
Para finalizar essa terceira semana de "descanso" veio uma corrida em ritmo 2, a primeira desde o Ironman (até agora tinham sido todas em ritmo leve/regenerativo). Foi uma sensação estranha, a corrida saiu estranha, eu me sentia estranho. Acabou saindo num pace meio forte demais para meu ritmo 2 mas confesso que me sentia muito descansado e deixei "acontecer". Nesta corrida usei pela segunda vez o Newton Motion e por enquanto tenho me adaptado bem e gostado do tênis. 

Colocando o Newton para rodar
A planilha dessa semana ainda não chegou mas se entendi bem, agora realmente começa o ciclo para Foz do Iguaçu, prova no final de agosto. Já tem uma carga do Ironman então o que precisa é retomar o treinamento e dar uns choques de intensidade em alguns deles. E assim será a preparação para mais essa prova. 

Comentários

  1. Em frente, então, amigo, simbora treinar ... Por aqui, também, bastante frio ... Acho bem agradável correr com temperatura amena. Beijo, boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Iavana... temos que acostumar com o frio né. Faz parte! Bjs e ótima semana!

      Excluir
  2. Isso aí, força e persistência. Se possível, veja nossa página, em breve começamos uma seção só sobre esportes de alto desempenho. :)

    http://www.saudeafiada.com.br/como-emagrecer-rapido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Alexandre, obrigado! Abraço!

      Excluir
  3. Milton,
    Parceria em treino de bike sempre é bom. Afinal, são rodagens maiores e um amigo anima o outro. Ver a estrada pela manhã com orvalho da madrugada é sensacional. Pena mesmo é o frio. kkkkk Coragem aí.
    abraços
    Helena
    Blog Correndo de bem com a vida
    Twitter @Correndodebem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Helena, muito obrigado! Com certeza nos treinos de bike, especialmente com clima adverso é ótimo ter companhia!
      Bjs e bons treinos em Floripa!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas