Ironman Brasil 2016 - Semana 12

Agora realmente a porca começa a torcer o rabo. Todo treino é um pouco mais longo, tudo começa a tomar proporções maiores. Tudo parece te cansar mais, tudo parece ter uma dimensão diferente. Estamos a menos de dois meses da prova e tudo tem que correr do jeito que a gente espera senão bate aquele bom e velho "cagaço"! 

Segunda o dia estava cheio. Fiz uma avaliação da biodinâmica de corrida ao meio-dia e uma sessão inicial de RPG no final de tarde com o pessoal da Corra com Postura, ou seja, treino só de manhã. Fui então nadar no primeiro horário da academia - 6hs - e em seguida corri meus 10Km de fartlek até o parque Barigüi e voltei. Tive a infeliz ideia de pegar um tênis que eu já estava aposentando e o infeliz me causou um pouco de dores até quarta, mas foi somente a velhice dele mesmo, tudo resolvido. 

Terça o tradicional pedal de força para Campo Largo, tudo em marcha pesada e com um grupo que não brinca em serviço. Todo mundo fala no início que tá cansado mas chega na hora do pedal e todo mundo inventa de realmente fazer bastante força. :-)

Quarta logo cedo dia de pista. Meu treino: aquecimento, depois educativos, série principal de 3x 4Km em ritmo 3 (firme) e depois soltura. Treinador pediu para cuidarmos no primeiro para terminar melhor que iniciamos. Acabei sendo um pouco conservador no primeiro mas mesmo assim achei que foi um treino bom. O terceiro de 4Km já vem um cansaço legal pelo ritmo firme que foi colocado nos outros dois. Depois, na hora do almoço uma natação com 3200m que gostei bastante mesmo com um certo cansaço da manhã.

Quinta um treino mental. Dia de 50Km sendo 20Km em ritmo 3 (firme mas não morte). Com o Autódromo (local que eu vinha fazendo esses treinos) fechado nessa e na próxima semana acabei optando por ir no Velódromo de Curitiba. Não é o melhor lugar do mundo, pista meio esburacada e com somente 300m mas pelo menos dava para fazer o treino sem preocupação com trânsito em estrada. Aqueci 15Km depois foram 20Km em ritmo mais puxado. O inconveniente do velódromo é que a pista não é a mais lisa do mundo e com o tráfego de outras bikes acaba sempre tendo que ter atenção nas ultrapassagens que, em função da pequena distância da pista, são constantes. Treino feito e dentro do previsto.

Sexta dia de longo de corrida logo cedo. Dia amanheceu fresquinho mas com um lindo nascer do sol. Treino de 24Km que optei por fazer o mesmo trajeto da semana passada, pois era a mesma distância. Só dessa vez optei por inverter o sentido para não ficar exatamente igual. A conclusão que cheguei é que, apesar de as duas formas terem, obviamente, bastante subidas, o sentido dessa sexta foi um pouco menos dureza. Treino com uma boa dose de subidas e duas paradas curtas somente para pegar água (Parque Barigüi e Parque Tingüi). Meias de compressão, trabalho e o segundo tempo foi de cair os braços do corpo. Série principal da natação toda com palmar. 8x 100m forte. Os dois primeiros nos sentimos o Phelps. Os dois seguintes começamos a duvidar. Os próximos dois nos sentimos um nada. Os últimos dois queremos morrer. Mais ou menos assim. Saí com os braços tremendo. 

Sábado mais um dia de pedal regenerativo. Mais ou menos duas horas contando o tempo que saio de casa e volto. Dia estava bem gostoso para pedalar. Eu e a Ju Ramos fizemos um pedal bem descontraído e minha ideia de regenerar deu certo, apesar de alguns pequenos ataques dela que tive que neutralizar. :-)

Domingo o treino mais decisivo da semana, longo de ciclismo com mais 5Km de corrida no final. Trajeto escolhido foi Estância Ouro Fino mais o Concretão. Duro, MUITO duro mas feito. Optei por fazer com a bike de estrada, pois pedalaria bastante tempo em subidas sem poder usar os benefícios da contra-relógio. Mais uma vez contamos com o apoio de carro da Ju Ramos, o que foi bem legal inclusive em uma troca de pneu, bastante rápida com a bomba de pé disponível no carro. Triste mesmo é receber uma mensagem sábado à noite do Fellipe Gomes (que vai largar na Elite do Iron Brasil) perguntando onde iríamos para ir junto. Tá, o cara foi passeando e quase me matou. :-) Terminei o treino bastante cansado, pois essa combinação de trajeto não é fácil, porém não estava quebrado. Entretanto a corrida de 5Km no sol de mais de 30 graus do meio dia depois desse pedal, essa sim me quebrou. Terminei me arrastando e só queria uma comida e uma cama. 

Concretão, onde a criança chora e a mãe não escuta... 
Desespero...  cabeça tombada... 
Semana concluída com aquela sensação que vamos ter no Iron, de um grande cansaço.

Agora é recuperar que amanhã começa tudo de novo. 

Comentários

Postagens mais visitadas