Ironman Brasil 2016 - Semana 16

Mais uma se foi, agora já falta menos de um mês. Essa foi uma semana um pouco atípica, mas não por conta dos treinos. Os treinos seguem a todo vapor e parece que algumas coisas voltaram a encaixar. Atípica pelo fato de estar com reformas em casa e isso tem feito eu dormir um pouco menos do que o pouco que já durmo. Sem dúvidas isso não é o melhor cenário mas é o que tem para o momento. Treinar para um Ironman, antes de mais nada, é algo que necessita de uma vitória por dia. São cinco meses de treino específico, é normal que muitas coisas pessoais ocorram no meio do caminho e aí vai de cada um a melhor forma de lidar com isso. 

Bom, vamos à semana. 

Segunda um fartlek maior do que vinha sendo, o que não foi tão simples depois de um treino longo de ciclismo no domingo. Mas treinar para um Ironman é aprender a treinar cansado, faz parte. Depois uma natação boa ao meio-dia mesmo ainda um pouco cansado. A recuperação do domingo tem sido boa já faz um tempo. 

Terça fiz um treino de força para Campo Largo onde a ideia é aquela, marcha pesada e baixa cadência o tempo todo. O treino coletivo da Webtreino havia sido cancelado mas eu e a afilhada Paula decidimos ir por conta, até porque a chuva que caiu durante a noite deu uma trégua naquela manhã. 

Quarta tive um dia um pouco diferente do que vinha acontecendo. Como estava com cliente na empresa na terça e na quarta eu sabia que não teria como me ausentar por muito tempo na hora do almoço para nadar. Pedi para meu treinador que deixasse a planilha sem natação na quarta, porém achei um jeito de encaixar as duas modalidades. Nadei bem cedo, um treino especial feito pelo meu mestre Ricardo e fechando 4100m (aproveitei para fazer um pouco de volume junto). Deixei os 16Km para a hora do almoço. Assim que o cliente sinalizou que era o intervalo do almoço eu me troquei e fui fazer meus 16Km de fartlek no Passeio Público, algo que fiz por bastante tempo na época que corria mais ao meio-dia. Cheguei em cima do laço para a continuação da reunião mas feliz por ter encaixado os dois treinos no pouco tempo livre que tinha.

Quinta tinha um treino de ciclismo com 2x de 15Km um pouco mais fortes (ritmo 3), porém não queria chegar muito atrasado no trabalho. Acabei optando por não ir ao autódromo, pois é muito longe de onde trabalho e chegaria muito tarde pedalando 60Km por lá antes de trabalhar. Conversei com meu treinador para fazer o treino para Campo Largo mesmo. Esse foi um dia MUITO frio em Curitiba, talvez o mais frio do ano. A temperatura caiu de 30 graus na terça-feira para 3 graus quando saí na quinta 6hs. Fiz um treino solitário já que o pessoal ainda está em período de adaptação ao frio que chegou. :-). Fazer duas vezes de 15Km mais forte para Campo Largo não é algo tão trivial como fazer no plano, pois lá temos que enfrentar algumas subidas no caminho mas, como o que vale é a sensação de esforço, o treino saiu dentro do previsto. 

Terça... eu, o frio e as roupas... 
Na sexta mais um treino congelante, essa vez de corrida logo cedo junto da Ju Ramos minha parceira de #timedobem. Ela fez 12Km e eu 24Km no Parque Barigüi. Começamos a correr com 4 graus antes das 6hs da manhã, pois para mim seria complicado começar mais tarde e trabalhar depois. Finalmente um longo de corrida que saiu encaixado do início ao fim. Fiz todo ele no parque no plano como mandava a planilha. Ritmo saiu no 2 o tempo todo com uma sensação boa, correndo mais solto e leve. Depois, na hora do almoço mais 3400m de natação com séries boas e uma sem vergonha de 400m de pernada com pé de pato. 

A escuridão de um treino longo no parque...    5:55am
Sábado foi dia de mais um treino regenerativo de bike. Saí por volta das 7hs no sentido do SAU (BR 277 Praias) em ritmo leve. Frio estava presente de novo assim como um ventinho chato na volta mas isso tudo faz parte do pacote e o treino foi feito. Depois o sábado inteiro peregrinando em questões relacionadas à reforma do apartamento. 

Domingo veio um treino chave para o Ironman e, novamente, o frio foi o astro principal. 3 graus por volta das 6hs da manhã e foi realmente complicado. Já pedalei com 0 grau mais de uma vez em Curitiba mas juro que nunca senti tanto frio como nesse domingo. Estava extremamente agasalhado mas até que o sol estivesse a pleno vapor estava impossível manter qualquer tipo de aquecimento no corpo. Foi um treino meio que misto. Comecei com o Andrey e o Erico, depois encontramos o pelotão da Webtreino, depois finalizamos sozinhos. Um treino com bastante sofrimento mas bom. 180Km de ciclismo em quase 6hs de sofrimento. Uma pena que não levei minha GoPro para filmar toda vegetação branca no início do treino. 

Agora é pensar na próxima semana que se inicia porque logo logo estaremos em Floripa... 

Comentários

  1. TOP demais seus relatos, guerreiro! Gosto pra caramba de lê-los... motivação não falta! Boa semana para vocês todos, forte abs!!

    Ulisses Arruda.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião, sua crítica, seu elogio, qualquer coisa... procuro responder sempre.

Postagens mais visitadas